Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

“Subir a rampa subindo o preço da gasolina é complicado”, diz Silva e Luna

Ex-presidente da Petrobras comenta a prorrogação da isenção de impostos e suas expectativas para a gestão petista

Por Felipe Erlich Atualizado em 3 jan 2023, 18h53 - Publicado em 3 jan 2023, 10h32

Uma das primeiras medidas do recém empossado presidente Luiz Inácio Lula da Silva pautou-se pela preocupação acerca dos preços praticados pela Petrobras, com a prorrogação da isenção de impostos sobre combustíveis. Iniciada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, a isenção dos tributos federais PIS/Pasep e Cofins foi estendida em 60 dias para a gasolina e em um ano para o diesel pouco após a posse do petista. Para um dos ex-presidentes da Petrobras exonerados por Bolsonaro, o general Joaquim Silva e Luna, dar continuidade à isenção não se justifica. Os combustíveis são bens com tributação elevada, mas os preços dessas commodities caíram desde o início da isenção, de modo a torná-la desnecessária, segundo Silva e Luna. Entretanto, o general reconhece o cálculo político envolvido. “Subir a rampa do Palácio do Planalto subindo o preço dos combustíveis é complicado. Politicamente, isentar por 60 dias foi bom para o novo governo”, disse em entrevista ao Radar Econômico.

Em relação às expectativas de Silva e Luna sobre a gestão da estatal nos próximos anos, sob o comando do senador Jean Paul Prates (PT-RN), o ex-presidente da companhia entende que mudanças significativas são prováveis, mas espera que medidas radicais não sejam perseguidas. Silva e Luna condenou duramente certas políticas que poderiam ser adotadas, como o tabelamento de preços e o abandono completo do PPI (Preço de Paridade de Importação). “É algo que não funciona, tabelar preços seria como voltar casas no tabuleiro”, diz. Quanto ao PPI, o general considera que a alta dependência do país da importação de combustíveis torna a paridade necessária. “Atualmente, acabar com importações seria sinônimo de desabastecimento”, diz. Por outro lado, Silva e Luna não vê problema no governo ter a autossuficiência em derivados de petróleo como meta, a ser atingida pela ampliação gradual de refinarias. “Isso é uma decisão de governo, simplesmente, um modelo possível de ser perseguido”, diz.

Em meio às incertezas que pautam o atual momento da Petrobras, que assombram seus acionistas, Silva e Luna demonstra otimismo e tranquilidade. Diz que o futuro presidente da estatal tem bom senso e recomenda que o petista converse com a diretoria da empresa antes de propor novas políticas. “Que ele converse com a diretoria antes de tomar decisões, nem que seja para demitir todos os diretores atuais. Vale a pena ouvi-los para não ser pautado por leigos”, diz. Incomodado com o mau desempenho das ações da companhia, o general reitera que espera racionalidade da futura gestão. “Não há espaço para amadorismo em uma empresa do porte da Petrobras”, diz.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.