Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Representante de caminhoneiros na Câmara classifica atos como “balbúrdia”

Presidente da Frente Parlamentar dos Caminhoneiros diz que grupo tem interesses econômicos, não políticos

Por Felipe Erlich Atualizado em 2 nov 2022, 00h33 - Publicado em 1 nov 2022, 19h12

Deputado federal e presidente da Frente Parlamentar dos Caminhoneiros, Nereu Crispim (PSD-RS) considera que a fala proferida pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde desta terça-feira, 1º, deve ter um efeito positivo no arrefecimento dos atos golpistas que se espalharam pelo país. Ao Radar Econômico, o deputado disse que, por mais que tenha sido breve e não explicitar um reconhecimento enfático de sua derrota nas eleições, no entendimento de Crispim, Bolsonaro condena, em sua fala, manifestações violentas — o que deve desestimular parte dos insurgentes, segundo ele. A exceção seriam “os mais odiosos, que acham que o Brasil pertence só ao grupo deles”, diz. Nesse caso, afirma que caberá aos órgãos competentes aplicar a lei, com multas e prisões se necessário.

Classificada pelo deputado como uma “balbúrdia que traz prejuízos econômicos a todos os brasileiros”, os atos que ocorrem nas rodovias do país não seriam representativos de toda a categoria dos caminhoneiros. “Os caminhoneiros têm pautas econômicas, não políticas”, disse ao fazer menção o fato de a classe ser ideologicamente diversa, mas com interesses corporativos comuns. Considera também que tudo tende a voltar à normalidade se a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que não tem sido exitosa ao lidar com a situação criminosa, cumprir seu papel judicialmente determinado, pacificando o que chamou de “baderneiros incentivados por grupos de WhatsApp”.

Siga o Radar Econômico no Twitter 


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.