Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Inflação do Brasil no governo Bolsonaro é a quarta maior do mundo

Relatório do grupo de transição aponta que entre 2019 e 2022 a inflação acumulada no país é menor apenas que Argentina, Rússia e Turquia

Por Felipe Mendes 22 dez 2022, 12h59

O relatório da equipe de transição do governo eleito apontou que a inflação acumulada no Brasil durante o governo Bolsonaro é superior a 26%, uma das maiores do mundo, atrás apenas da inflação da Argentina, Rússia e Turquia. Em dois dos quatro anos da gestão Bolsonaro, o Brasil terá estourado o limite superior da meta de inflação. O relatório aponta que o repique inflacionário pode ser explicado, em partes, pela desvalorização cambial verificada no período. No governo Bolsonaro, o dólar saiu de 4,10 reais em 2019 para 5,60 reais em 2021, chegando a um pico de quase 6 reais.

Na esteira do baixo crescimento e da elevada inflação, o salário mínimo praticamente não teve ganho real. O rendimento médio real caiu nos três primeiros anos do governo Bolsonaro, saindo de R$ 2.471,00 para R$ 2.265,00, em 2021. O rendimento real per capita de todas as fontes, em 2021, foi de R$ 1.353,00, o menor da série histórica. Em 2019, o salário mínimo comprava 2 cestas básicas, agora compra 1,6. Nas contas do governo eleito, a gestão econômica de Jair Bolsonaro, comandada pelo ministro Paulo Guedes, estourou o teto de gastos em mais de 800 bilhões de reais. “Ao final de 2022, os sinais de escassez de recursos para a manutenção dos serviços públicos essenciais e para o funcionamento da máquina pública se fazem visíveis, como nos casos do atraso no pagamento de bolsas de estudo, corte de verbas para educação e falta de recursos para emissão de novos passaportes”, afirma trecho do relatório.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.