Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Termelétrica de gás do pré-sal está ameaçada

Relatório discutido na Aneel aponta problemas

Por Evandro Éboli Atualizado em 29 jan 2019, 16h56 - Publicado em 29 jan 2019, 09h15

O primeiro projeto de geração termelétrica a partir de gás natural oriundo do pré-sal está ameaçado. É o que revela um relatório do consórcio Marlim Azul Energia, e que tem gerado uma série  de reuniões e debates dentro da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A empresa alega que a Shell, que seria a responsável pelo suprimento de combustível do empreendimento, já confirmou que não poderá garantir esse fornecimento pelo período do contrato, que é de 25 anos. Além disso, argumenta que os equipamentos necessários para construção da usina são importados e, assim, o projeto enfrenta um alto risco com a variação cambial do dólar. Risco mesmo é de essa conta sobrar para o consumidor.

A Shell informou que não haverá prejuízo para o consumidor porque o leilão indexa esses preços de energia.

 

Publicidade