Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Receio de demissão atinge nível mais alto desde 2010, diz CNC

A parcela de brasileiros que se sentem menos seguros com o seu emprego atingiu em junho 32,6% dos entrevistados

Por Robson Bonin - Atualizado em 29 Jun 2020, 10h02 - Publicado em 29 Jun 2020, 08h25

Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que mede a Intenção de Consumo das Famílias, mostra que a parcela de brasileiros que se sentem menos seguros com o seu emprego atingiu em junho 32,6% dos entrevistados, o nível mais elevado da série iniciada em janeiro de 2010.

O índice referente ao emprego atual registrou, neste mês, suas quedas mais significativas, tanto no comparativo mensal (-12,6%) quanto no anual (-23,7%), caindo ao menor nível histórico (88,5 pontos). É a primeira vez, desde junho de 2016, que esse indicador entra na zona de pessimismo (abaixo de 100 pontos).

ASSINE VEJA

Wassef: ‘Fiz para proteger o presidente’ Leia nesta edição: entrevista exclusiva com o advogado que escondeu Fabrício Queiroz, a estabilização no número de mortes por Covid-19 no Brasil e os novos caminhos para a educação
Clique e Assine

Os entrevistados também se mostraram insatisfeitos em relação à perspectiva profissional. Mais de 60% demonstraram pessimismo para os próximos seis meses. Este item também atingiu, em junho, sua pior pontuação em mais de dez anos (69,9 pontos).

A pesquisa completa será divulgada nesta segunda-feira (29/6).

Publicidade