Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Previc mantém sindicância sobre Postalis no ponto morto

Dois executivos pediram para ser ouvidos, mas ainda não prestaram depoimento

Por Gabriel Mascarenhas - 1 mar 2018, 07h26

A Previc abriu uma sindicância para investigar as suspeitas de maracutaias no Postalis logo após decretar intervenção no fundo de pensão dos Correios, em novembro.

E até agora, nada.

Boletins internos indicam que a apuração, com prazo de 120 dias para ser concluída, não avançou nem um milímetro.

Pelo menos dois executivos do Postalis pediram espontaneamente para prestar depoimento e não foram ouvidos – se é que alguém já foi.

Continua após a publicidade

Os trabalhos, porém, foram renovados por mais 120 dias.

Publicidade