Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Governo avança em consenso sobre novo imposto

Depois de convencer Bolsonaro, Paulo Guedes e líderes da base atuam para conseguir apoio de Maia

Por Robson Bonin - Atualizado em 22 set 2020, 19h46 - Publicado em 22 set 2020, 19h43

O governo e integrantes da base avançaram nas negociações nos últimos dias para anunciar um pacote consensual de medidas econômicas que acomodará a criação do imposto digital defendido por Paulo Guedes, além das discussões da reforma tributária e do pacto federativo.

Nos últimos dias, os líderes do governo negociaram uma forma de conseguir incluir no movimento o apoio de Rodrigo Maia, que deseja aprovar a nova estrutura tributária do país ainda em sua gestão, mas se mostra resistente ao debate do novo imposto.

A forma de integrar Maia nas discussões viria a partir de um conjunto de medidas compensatórias ao setor produtivo como desonerações e medidas ainda em discussão sobre cobranças no andar de cima da pirâmide.

Para evitar que a negociação vazasse antes de sua conclusão, Guedes manteve o tema no seu círculo mais próximo de técnicos e entre os líderes da base aliada no Parlamento. A novidade na discussão é que o presidente Jair Bolsonaro teria sido convencido de que só a criação do novo imposto será possível encontrar espaço orçamentário para medidas sociais, como o Renda Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade