Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Alunos de Harvard e MIT discutem o futuro do Brasil, sem Bolsonaro

Evento virtual começa neste domingo reunindo empresários, banqueiros, economistas, celebridades e políticos; o painel mais esperado é o dos presidenciáveis

Por Josette Goulart Atualizado em 12 abr 2021, 15h27 - Publicado em 11 abr 2021, 10h45

Há sete anos, os alunos de Harvard e MIT fazem um seminário para discutir o Brasil com diversas personalidades artísticas, empresários, banqueiros, jornalistas e políticos. Com a pandemia, desde o ano passado, o evento passou a ser virtual. Neste ano, o painel mais badalado do evento é o de encerramento e que planejava discutir o “Futuro do Brasil”, com vários presidenciáveis: Ciro Gomes, Eduardo Leite, Fernando Haddad, Joao Doria e Luciano Huck constam como participantes. Entre sexta e domingo, os organizadores acharam por bem mudar o tema do painel que passou a se chamar “Desafios do Brasil”.

O presidenciável Luiz Henrique Mandetta não está neste painel, mas vai falar sobre o SUS em outra parte do evento. Jair Bolsonaro não está na lista. Nem o ex-ministro Sérgio Moro. Nem Luiz Inácio Lula da Silva, mas que está representado por Haddad. O único representante do governo no evento é o ministro Bento Albuquerque, das Minas e Energia. Os organizadores não quiseram responder se convidaram Bolsonaro. 

O painel de abertura neste domingo, 11, vai discutir as redes sociais e entre os participantes estará o youtuber Felipe Neto.

Continua após a publicidade
Publicidade