Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Fintech Neon dobra base de clientes em 2020

Startup ultrapassou a marca de 10 milhões de clientes

Por Machado da Costa Atualizado em 11 jan 2021, 10h51 - Publicado em 11 jan 2021, 10h46

Num ano marcado pela pandemia de Covid-19, a Neon Pagamentos dobrou a base de clientes em 2020, com mais de 5 milhões de contas abertas em 2020, considerando todos os segmentos. Assim, a fintech, uma das maiores do país, já ultrapassou a marca de 10 milhões de clientes. No ano passado, o volume de transações nos cartões cresceu 180%, com forte aceleração do uso de cartão virtual. A modalidade contactless, na qual o cliente utiliza o cartão físico por aproximação, chegou a 15% do uso no final do ano, refletindo novo comportamento após o início da pandemia. Ajudou também a incrementar a base de clientes o lançamento da conta MEI Fácil, com mais de 150 mil microempreendedores individuais abrindo novas contas.

“Apesar do cenário desafiador da pandemia, que impactou particularmente o microempreendedor individual, que trabalha muito na rua, registramos um crescimento de 70% nas aberturas de CNPJs MEI e 110% de notas fiscais emitidas no aplicativo”, diz Daniel Mazini, Chief Product Officer da Neon.

Após receber um aporte de 300 milhões de dólares no segundo semestre do ano passado, a Neon adquiriu a maior empresa de crédito consignado do país, a Consiga+. A aquisição se soma à da Magliano, primeira corretora da Bolsa, que irá ampliar a possibilidade de investimentos para os clientes da fintech. “Crescemos exponencialmente no ano passado, batendo todas as metas. Para 2021, o plano melhorar ainda mais a nossa oferta de produtos e serviços para nossos clientes”, diz Mazini.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade