Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Azul quer levar o brasileiro para a praia de carro voador

Acordo com a alemã Lilium prevê entregas a partir de 2025, e companhia acredita ter grande mercado para o carro voador no Brasil

Por Diego Gimenes Atualizado em 17 set 2021, 19h10 - Publicado em 19 set 2021, 08h00

A meta da Azul é levar os brasileiros para a praia de carro voador até 2026. A companhia tem um acordo com a startup alemã Lilium que prevê a entrega de 220 veículos elétricos de pouso — popularmente chamados de carros voadores — a um custo de 1 bilhão de dólares. “Quantas vezes as pessoas não gastaram cinco ou seis horas para ir ao litoral no final do ano? Se eu posso trazer um veículo 70% mais barato do que um helicóptero, que não queima carbono e que vai conectar ainda mais cidades no país, não penso duas vezes antes de fechar”, diz John Rodgerson, presidente da Azul. “Em vez de se gastar seis horas dentro do carro, as pessoas podem passar 20 minutos em um desses carros voadores. Se eu tiver uma máquina mais segura e silenciosa, tenho certeza que muita gente vai querer andar”, pontua. As entregas pela Lilium devem começar em 2025 e a Azul espera iniciar a operação até 2026, após a certificação da Anac.

Publicidade