Tema da redação do Enem 2011 vaza

Site do jornal 'O Globo' revela assunto da avaliação antes do término do prazo mínimo de permancência dos participantes nas salas de prova

Por: Fernanda Nascimento, de São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


Enem: cobertura completa

Confira o gabarito do sábado:

Provas azul, amarela, branca e rosa

Confira o gabarito do domingo:

Provas azul, amarela, branca e rosa

Leia também:

Professor dá dicas de última hora em SP

Matemática é preocupação no Rio

Jovem se atrasa e ganha 5 minutos de fama

Receba a correção da prova no seu e-mail

Repórter vira fiscal de prova no Enem 2011

Confira todas as notícias sobre o Enem aqui

Uma hora antes do término do prazo mínimo de permanência nos locais de prova, quando os participantes do Enem podem sair e se comunicar com pessoas fora do exame, o site do jornal O Globo publicou o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio 2011. A proposta, "Viver em rede no século 21: limites entre o público e o privado", foi divulgada pelo site às 13h59. Os participantes poderiam deixar a prova a partir das 15h.

Segundo a nota do site, "os textos de referência são os artigos 'Liberdade sem fio', da revista Galileu e 'A internet tem ouvidos e memória', do portal Terra. Eles ainda citaram uma tirinha da série Quadrinhos dos anos 10, do cartunista André Dahmer". De acordo com o jornal, a informação foi passada à redação por um dos participantes do Enem, o que comprova o vazamento.

Redação - O tema da redação dividiu os estudantes este ano. Alguns estudantes afirmaram ter gostado da proposta, enquanto outros enfrentaram dificuldades para tratar do assunto. Junto com a proposta, o Enem apresentou dois textos de apoio. Um deles citava uma declaração da Organização das Nações Unidas (ONU) que defende que o acesso à internet é um direito básico do ser humano. O outro abordava a relação entre a rede e a reputação das pessoas, afirmando que a web pode ser usada tanto para o bem como para o mal.

André Luis Mota Júnior, de 17 anos, considerou difícil a prova de redação. "O tema era capcioso", diz o jovem, que fez prova no campus da Uninove, na Zona Oeste de São Paulo. Luana Conceição de Oliveira concorda. "A redação foi bastante complicada, mas de maneira geral a prova deste domingo foi mais fácil do que a de ontem", diz. Ela chegou atrasada ao local de prova no sábado, mas fez questão de fazer a prova deste domingo.

Já Natiele Bueno acha que se deu bem na dissertação. "Internet e redes sociais são temas que nós, jovens, entendemos bastante. Estava fácil escrever sobre isso." Rafaela Sena, de 17 anos, concorda. "Esse é um tema sobre o qual falamos o tempo todo. Não teve mistério na hora de escrever." Essa é também a opinião de Luiza Louzane. "Gostei tanto do tema que a redação foi a primeira coisa que eu fiz na prova de hoje." Já as outras provas não agradaram tanto. "As questões trazem muito texto e isso é muio cansativo. A prova de linguagens estava extensa e a de matemática exigia muitos cálculos."

Bianca Vilela, era uma das descontentes com a prova. "Para mim, o Enem é um absurdo. Venho de escola pública e grande parte do conteúdo que a prova exige não aprendi na sala de aula", relata a paulistana de 17 anos, concluínte do ensino médio. "A prova de matemática estava especialmente difícil para mim", lamenta. "E a redação também não foi fácil."

Carregando...

TAGs:
Redação