Clique e assine com 88% de desconto

Caixa pretende reduzir patrocínios em até 80% em 2019

Presidente promete focar em propagandas sobre produtos da Caixa e patrocínios em projetos regionais

Por Filipe Delia - Atualizado em 6 jun 2019, 16h13 - Publicado em 4 jun 2019, 16h32

Principal patrocinadora do futebol brasileiro em anos anteriores, a Caixa Econômica Federal mudou sua estratégia de patrocínios no governo do presidente Jair Bolsonaro. Em 2018 foram mais de R$ 1 bilhão gastos para promover a marca. Já neste ano, em 2019, o banco decidiu cortar o orçamento em 80%, segundo o presidente Pedro Guimarães, em entrevista ao Páginas Amarelas.

Para 2019, a previsão é que o banco gasto até R$ 200 milhões em patrocínios. “Nada contra os times de futebol. São excelentes, mas decidimos focar em patrocínios de menor valor, mas de espectro muito maior”, afirmou Guimarães. “Queremos focar em cultura popular, no esporte de base brasileiro e nos atletas olímpicos”, explicou.

Publicidade