Clique e assine a partir de 9,90/mês

“Meu país sofreu um estupro”, diz refugiada síria

Desde 2011, 4 milhões de pessoas já fugiram da guerra civil na Síria. A cientista política Sara Ajlyakin é uma delas. Ela militou contra o regime do ditador Bashar Assad e atualmente vive no Brasil. Em conversa com os jornalistas Nathalia Watkins e Diego Braga Norte, Ajlyakin fala sobre o paradeiro dos familiares espalhados pelo mundo e da luta armada do irmão pela liberdade do país. “O país em que eu vivi não existe mais”, diz. Confira.

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 15h54 - Publicado em 23 jun 2015, 21h29
Publicidade