Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Secretários de Saúde pedem toque de recolher e fechamento de praias

Em carta, Conass sugere medidas urgentes a serem adotadas em todo o Brasil para evitar o colapso do sistema de saúde público e privado

Por Da Redação 1 mar 2021, 20h43

Nesta segunda-feira, primeiro dia de março, o estado de São Paulo registrou mais um dia de recorde no número de internações, superando o primeiro pico da pandemia, entre maio e junho do ano passado.

Médicos cobram o endurecimento nas restrições e apontam que igrejas e cultos são, constantemente, locais onde há aglomeração. O Conass, Conselho Nacional de Secretários de Saúde, pediu em carta divulgada hoje a imposição de um toque de recolher nacional das oito da noite até às seis da manhã e o fechamento de praias e bares.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 35.742 novos casos de coronavírus e 778 mortes causadas pela doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde. No total, o país acumula agora 10.587.001 infectados, 255.720 óbitos e 9.457.100 recuperados. A média móvel dos últimos sete dias é de 55.977 casos e de 1.225 mortes. No Brasil, 6.694.446 pessoas receberam a primeira dose e 1.978.973 a segunda. No mundo, 241 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 já foram aplicadas.

Leia mais sobre a pandemia de coronavírus: http://abr.ai/coronavirus-ultimas

Continua após a publicidade
Publicidade