Clique e assine a partir de 9,90/mês

Secretário de Cabral é preso pela PF

À frente da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Cortês comandava um esquema que cobrava até 10% de propina. Acompanhe o 'Giro VEJA'

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h38 - Publicado em 11 abr 2017, 13h35

Na economia, o governo vai permitir a abertura de 100% do capital das companhias aéreas brasileiras ao investimento estrangeiro.

Publicidade