Clique e assine com até 92% de desconto

Quase metade das UPPs do Rio de Janeiro será extinta, diz Ministro

Ministro da Segurança Pública declarou a extinção de 19 das 38 das UPPs do Rio de Janeiro

Por Da Redação 27 abr 2018, 19h55

Raul Jungmann, Ministro da Segurança Pública, anunciou hoje (27) que praticamente metade das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) serão extintas no estado do Rio de Janeiro. Das 38 unidades, 19 deixarão de existir. Outras serão incorporadas aos batalhões da Polícia Militar. De acordo com sua declaração, o ministro tem o objetivo de reforçar o policiamento de outras regiões.

Jungmann afirmou que o modelo criado pelo Estado do Rio “não está mais cumprindo os seus objetivos”. “Todos sabem que Unidades de Polícia Pacificadora não alcançaram o que deveriam ter alcançado”, disse. “Houve uma expansão maior do que as pernas. O projeto foi além das possibilidades de manutenção do Estado”, afirmou.

As UPPs foram criadas em 2008 e logo se tornaram a principal política de segurança pública do Estado do Rio. A proposta era implantar policiamento comunitário nas áreas controladas por quadrilhas armadas. A última unidade, na Vila Kennedy, foi implantada em 2014.

  • Publicidade