Clique e assine a partir de 9,90/mês

Petroleiros descumprem decisão e iniciam greve de 72 horas

Entre as reivindicações da categoria, está a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente

Por Da Redação - 30 Maio 2018, 12h48

Os petroleiros iniciaram, nesta quarta-feira, a greve de 72 horas da categoria. Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), funcionários não foram trabalhar em oito refinarias dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, e Amazonas e Pernambuco. Entre as reivindicações dos petroleiros está a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente.

Na noite desta terça-feira, o Tribunal Superior do Trabalhou (TST) atendeu ao pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) e deu uma liminar contra a paralisação, que foi considerada ilegal. Além disso, a Corte estipulou uma multa diária de 500.000 reais, caso a decisão fosse descumprida. De acordo com a AGU, o movimento dos petroleiros tem natureza político-ideológica.

Publicidade