Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

MP pede ao TCU suspensão de compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde

Representação contestou contrato de R$ 1,614 bilhão firmado pelo governo para a compra de uma vacina que não têm eficácia comprovada para aplicação no país

Por Da Redação 26 fev 2021, 21h16

Nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, o Ministério Público entrou junto ao Tribunal de Contas da União com um pedido de suspensão do contrato de compra de 20 milhões de doses da vacina contra Covid-19, a Covaxin, que foi assinado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira.

Segundo o procurador responsável, o Governo Federal aceitou pagar 1 bilhão e seiscentos mil reais em doses do antígeno produzido pela indiana Bharat Biotech mesmo sem ser aprovado pela Anvisa e sem a empresa ter finalizado os testes da fase 3. Anteriormente, o próprio presidente Jair Bolsonaro havia afirmado que não iria comprar a vacina da Pfizer, um dos antígenos mais aplicados no mundo, pelo fato da fase 3 não ter sido finalizada.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 65.169 novos casos de coronavírus e 1.337 mortes causadas pela doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde. No total, o país acumula agora 10.455.630 infectados, 252.835 óbitos e 9.355.974 recuperados. A média móvel dos últimos sete dias é de 53.422 casos e de 1.153 mortes. No Brasil, 6.402.012 pessoas receberam a primeira dose e 1.832.830 a segunda. No mundo, 225 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 já foram aplicadas.

Leia mais sobre a pandemia de coronavírus: https://abr.ai/coronavirus-ultimas

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.