Clique e assine a partir de 9,90/mês

Giro Veja: Retirar reportagens do ar é ‘mordaça’, diz Marco Aurélio

Ministro do STF rebateu medida de Alexandre de Moraes, que mandou retirar matéria do Crusoé da internet

Por Da Redação - 18 abr 2019, 17h36

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello comentou nesta quinta-feira a decisão do colega Alexandre de Moraes de retirar do ar conteúdos dos sites da revista Crusoé do Antagonista. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Marco Aurelio disse que o Supremo praticou uma “mordaça” à liberdade de imprensa.

“Isso não se coaduna com os ares democráticos da Constituição de 1988. Não temos saudade de um regime pretérito. Não me lembro, nem no regime pretérito, que foi um regime de exceção, coisas assim, tão violetas como essa”, afirmou. Marco Aurélio também pediu que Alexandre de Moraes reveja a sua decisão. “Agora o ministro deve evoluir, deve afastar, evidentemente, esse crivo que ele implementou”, completou.

A decisão foi tomada na última segunda-feira, quando a revista Crusoé e o site Antagonista publicaram reportagens que citam o presidente do STF, José Dias Toffoli, afirmando que o ministro estaria sendo investigado na Operação Lava Jato. Segundo a reportagem, a defesa do empresário Marcelo Odebrecht apresentou um documento esclarecendo que um personagem mencionado em e-mail, o “amigo do amigo do meu pai” era Dias Toffoli, que, à épóca, era advogado-geral da União.

Publicidade