Clique e assine com até 92% de desconto

Giro Veja: Reajuste do STF acaba com auxílio-moradia de Judiciário

Novas leis podem ter impacto de mais de quatro bilhões de reais em contas públicas

Por Da Redação Atualizado em 27 nov 2018, 16h35 - Publicado em 27 nov 2018, 16h31

O Diário Oficial da União publicou nesta terça-feira as leis que confirmam o reajuste de 16,38% dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal e do procurador-geral da República. O aumento salarial de R$ 33 mil para R$ 39 mil foi sancionado na última segunda-feira pelo presidente Michel Temer e aconteceu após um acordo com o ministro do STF, Luiz Fux, de cancelar o pagamento do auxílio-moradia para juízes, integrantes do Ministério Público, tribunais de contas e de defensorias públicas. O presidente tinha até essa semana para aprovar o reajuste. As novas leis podem ter um impacto de mais de quatro bilhões de reais nas contas públicas.

Giro Veja também destaca a decisão da Organização das Nações Unidas de doar mais de nove milhões de dólares para apoiar programas na Venezuela. A ideia é oferecer suporte para mulheres e crianças. Segundo a organização, essa seria a primeira liberação de dinheiro por causa da atual situação do país, que sofre com hiperinflação, falta de medicamentos, de comida e aumento da criminalidade.

 

  • Publicidade