Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Giro Veja: Para Bolsonaro, críticas mostram que Eduardo ‘é adequado’

Presidente admitiu que, às vezes, é preciso tomar decisões que não agradam a todos

Por Da Redação - Atualizado em 15 jul 2019, 19h41 - Publicado em 15 jul 2019, 19h40

O presidente Jair Bolsonaro defendeu a indicação do filho e deputado Eduardo Bolsonaro para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Durante uma sessão da Câmara dedicada a homenagear o Comando de Operações Especiais do Exército, Bolsonaro afirmou que, às vezes, é preciso tomar “decisões que não agradam a todos” e completou: “Se está sendo criticado é sinal de que é a pessoa adequada”.

 

Giro Veja também destaca o discurso do vice-presidente Hamilton Mourão sobre a reforma da Previdência. Para Mourão, uma nova reforma, além da que tramita no Congresso, precisará ser discutida novamente em até seis anos. “Qual era a primeira coisa para buscar o equilíbrio fiscal? A reforma da Previdência. Felizmente ela está encaminhada. Não da forma como nós, governo, gostaríamos, mas existe um velho aforismo no meio militar que diz que o ótimo é inimigo do bom. Então, vamos ter uma reforma boa, não uma ótima. Daqui a cinco, seis anos, nós vamos estar novamente discutindo isso aí”, disse o vice-presidente, em evento na Fundação Getulio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro.

Publicidade