Clique e assine a partir de 9,90/mês

Giro Veja: Moro pede desculpas ao MBL por termo utilizado em mensagem

Movimento divulgou mensagem de áudio enviada pelo ministro

Por Da Redação - 24 Jun 2019, 17h37

A divulgação de novas mensagens entre o ministro da Justiça Sergio Moro e o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol envolveu novos nomes. As conversas, disponibilizadas pelo ‘The Intercept Brasil’ em parceira com o jornal Folha de S Paulo, mostra o então juiz reclamando sobre o comportamento do Movimento Brasil Livre (MBL), que realizava, em 2016, um protesto em frente ao prédio do então ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Lava Jato, Teori Zavascki. Moro chama os integrantes do MBL de “tontos”.

O movimento divulgou um áudio, no último domingo, em que o ministro se desculpa e reconhece a importância do grupo. “Consta um termo que não sei se usei mesmo, acredito que não, pode ter sido adulterado. Gostaria de pedir minhas ‘escusas’ se eu eventualmente utilizei, porque sempre respeitei o movimento e sempre agradeci o apoio que esse movimento me deu”, declarou Moro.

Giro Veja também destaca a escolha de Sergio Moro em adiar a ida à Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos sobre o conteúdo das mensagens. O motivo seria uma viagem aos Estados Unidos a trabalho. O ministro retorna na próxima quarta-feira, na mesma data do depoimento na Câmara. A audiência, agora, deve ser na semana que vem. Moro já passou por uma sabatina sobre o assunto na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

Publicidade