Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Giro Veja: Bolsonaro diz não ao pacto migratório da ONU

Presidente afirmou em rede social que imigração não pode ser "indiscriminada"

Por Da Redação Atualizado em 9 jan 2019, 17h12 - Publicado em 9 jan 2019, 17h11
O presidente Jair Bolsonaro publicou uma série de tweets nesta quarta-feira, onde comentou sobre a saída do Brasil do Pacto Global de Migração da ONU. Bolsonaro afirmou que não recusará ajuda aos que precisam, mas que a imigração precisa de um controle maior. “É necessário critérios, buscando a melhor solução de acordo com a realidade de cada país”, declarou. Na rede social, o presidente também disse que quem vier ao Brasil deverá cantar o hino brasileiro e relembrou que a defesa da “soberania nacional” foi uma das principais bandeiras durante a campanha eleitoral. 
Giro Veja também destaca o caso de Fabrício Queiroz. O jornal O Estado de S. Paulo ouviu o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro. Queiroz não disse quando dará as explicações solicitadas pelo Ministério Público, mas reclamou de estar sendo tratado como “o pior bandido do mundo”. Na denúncia, um relatório do Coaf apontou uma movimentação de mais de um milhão de reais nas contas bancárias dele.
Publicidade