Clique e assine a partir de 9,90/mês

Butantan poderá ter vacina contra coronavírus registrada em outubro

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto, os processos de preparo para a formulação, envase e controle de qualidade do imunizante já se iniciaram

Por Da Redação - 6 ago 2020, 21h11

Nesta quinta-feira, 6 de agosto, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que é possível que uma vacina contra o coronavírus esteja pronta para registro em outubro, com prazo razoável de aplicação em janeiro de 2021. A instituição é responsável pelos testes da vacina da Coronavac e já vem se movimentando para, caso os testes se mostrem bem sucedidos, organizar o processo de preparo da formulação e de envase das vacinas.

Os impactos da pandemia na economia continuam a ser calculados. O IBGE divulgou que a taxa de desemprego no país subiu para 13,3% no terceiro trimestre. 8,9 milhões de pessoas perderam seus postos de trabalho no período entre abril e junho e a população ocupada atingiu o menor nível da série histórica. Ainda segundo a pesquisa, todos setores vem sofrendo perdas, mas o comércio é o mais afetado, acumulando 2,1 milhões de vagas fechadas nesse intervalo.

Já os Estados Unidos suspenderam a recomendação que dizia para seus cidadãos evitarem qualquer viagem ao exterior, implementada no meio de março. O Departamento de Estado do país afirmou que avaliará a situação caso a caso de cada país, e os dividiu em quatro níveis. No primeiro, entram as nações com pouco risco e no último países para os quais viagens devem ser evitadas. O Brasil ficou no nível dois, em que recomenda-se cautela ampliada.

Nas últimas 24 horas, de acordo com o Ministério da Saúde, foram registrados 53.139 casos confirmados de coronavírus e 1.237 mortes. Ao total, o país acumula agora 2.912.212 infectados, 98.493 óbitos e 2.047.660 recuperados.

Leia mais sobre a pandemia de coronavírus: http://abr.ai/coronavirus-ultimas

Continua após a publicidade
Publicidade