Clique e assine a partir de 8,90/mês

Bolsonaro cobra transparência do PSL e diz não ter mágoa de Bivar

Presidente tenta colocar panos quentes na crise interna do seu partido

Por Da Redação - Atualizado em 16 out 2019, 16h56 - Publicado em 16 out 2019, 16h53

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quarta-feira, 16, não ter qualquer mágoa com o PSL e cobrou transparência da sigla. O chefe do Executivo, que, conforme revelou VEJA está decidido a deixar o partido, entrou em rota de colisão com o fundador da legenda, o deputado Luciano Bivar (PE). A troca de declarações ásperas entre os dois acirrou a divisão entre as alas bolsonaristas e bivaristas.

“O partido está com a oportunidade de se unir na transparência. Não tem lado A ou lado B”, disse Bolsonaro a jornalistas ao deixar o Palácio da Alvorada. “Vamos mostrar as contas e não ficar, como a gente vê notícias por aí, de expulsa de lá, tirar da comissão, retaliar”, afirmou, acrescentando que não quer tomar partido de ninguém.

Os bombeiros do Ceará confirmaram a segunda morte pelo desabamento de um prédio em Fortaleza. A vítima já estaria morta quando foi encontrada pela equipe de resgate. O Giro VEJA também fala sobre o aumento na desigualdade no Brasil, das novas manchas de óleo que surgem no litoral do Nordeste e da polêmica campanha do Fortaleza contra os torcedores que se dividem entre dois clubes do coração.

Publicidade