Clique e assine com até 92% de desconto

Atirador mata mais de 50 pessoas e fere centenas em Las Vegas

Stephen Paddock, de 64 anos, cometeu suicídio após atentado. Acompanhe o ‘Giro VEJA’

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 14h20 - Publicado em 2 out 2017, 12h46

Ao menos cinquenta pessoas morreram e mais de 400 ficaram feridas em um atentado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Um homem, identificado como como Stephen Paddock, de 64 anos, atirou do 32 andar de um cassino, na madrugada desta segunda-feira, contra pessoas que participavam de um festival de música. Vinte e duas mil pessoas estavam no evento.

Segundo a polícia norte-americana, Paddock cometeu suicídio antes da chegada das forças de segurança. Dez armas foram encontradas com ele.

Ainda não se sabe o que motivou a ação, mas ela já é considerada o ataque a tiros mais letal da história dos Estados Unidos. A polícia chamou o atirador de “lobo solitário”, classificação dada a pessoas que cometem atentados sozinho, sem a ajuda de um grupo terrorista.

Pelo Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prestou condolências às vítimas e às famílias.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade