Clique e assine a partir de 8,90/mês

Após racha no PSDB, Bruno Araújo entrega ministério das Cidades

Em carta entregue a Temer, tucano afirma que não tem apoio do partido para continuar no cargo. Acompanhe o ‘Giro VEJA’

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h27 - Publicado em 13 nov 2017, 18h41

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB) pediu demissão do cargo nesta segunda-feira. Em uma carta entregue ao presidente Michel Temer, Araújo agradeceu a confiança do partido e afirmou que não há mais apoio da sigla para que seguir no cargo.

Temer tem sofrido pressão para fazer uma reforma ministerial desde que a segunda denúncia contra ele foi barrada pela Câmara dos Deputados. Na semana passada, foi a vez do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de pressionar os ministros a desembarcarem do governo.

Além do ministério das Cidades, os tucanos ocupam outras três pastas: o da secretaria de Governo, com Antonio Imbassahy, Relações Exteriores, com ALoysio Nunes e Direitos Humanos, com Luislinda Valois.

Publicidade