Clique e assine a partir de 8,90/mês

Após 3 horas, MTST desocupa tríplex atribuído a Lula no Guarujá

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e da Frente Povo Sem Medo deixaram o imóvel às 11h30 desta segunda-feira (16). Acompanhe o 'Giro Veja'

Por Da Redação - Atualizado em 16 abr 2018, 13h58 - Publicado em 16 abr 2018, 13h36

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a Frente Povo Sem Medo invadiram o apartamento tríplex atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na manhã desta segunda-feira (16). Os militantes deixaram o imóvel localizado no Guarujá, litoral de São Paulo, às 11h30, após 3 horas de ocupação. A desocupação se deu após negociação conduzida por advogados do movimento e a Polícia Militar.

Desde as 8h30, o MTST ocupava o tríplex, localizado na cobertura do prédio e atribuído ao ex-presidente Lula.

Liberados pela polícia, os manifestantes saíram pela portaria principal, cantando: “A verdade é dura, o tríplex não é do Lula”. Cerca de 30 pessoas, na versão da Polícia, entraram no prédio. Segundo os advogados do movimento, havia cerca de 70 no imóvel, mais 80 na rua.

O ex-presidente Lula está preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba, cumprindo a pena de doze anos e um mês de prisão a que foi condenado na Operação Lava Jato. Ele foi considerado culpado de aceitar a promessa de posse e a reforma do imóvel da construtora OAS.

Acompanhe as principais notícias desta manhã no ‘Giro VEJA’.

Continua após a publicidade
Publicidade