Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Tragédia num estado que elege bandidos

Acompanhe o 'Estúdio VEJA' com Silvio Navarro, Augusto Nunes e Ricardo Setti

Por Da Redação Atualizado em 15 mar 2018, 18h36 - Publicado em 15 mar 2018, 18h08

A vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) foi assassinada à bala dentro de seu carro no centro do Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (14). Ativista de direitos humanos e crítica da atuação policial nas favelas da cidade, ela foi atingida por quatro tiros na cabeça.

O motorista do carro, Anderson Pedro Gomes, também morreu depois de ser baleado. Uma das assessoras de Marielle ficou ferida por estilhaços, mas foi socorrida e passa bem. A Polícia Civil do estado agora trabalha com a hipótese de execução. Isso porque os bandidos fugiram sem levar nada do carro de Marielle.

No ‘Estúdio VEJA’, Silvio Navarro recebe o colunista de VEJA Augusto Nunes e o jornalista Ricardo Setti para analisar as implicações e os desdobramentos do assassinato. Eles também discutem a efetividade da intervenção federal e falam sobre a corrupção na política e no setor de segurança pública do Rio de Janeiro. “O resultado é isso: um estado ingovernável e quebrado financeiramente”, afirma Navarro.

Continua após a publicidade

Publicidade