Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

O que é recuperação judicial e como as empresas podem evitá-la

Especialista dá dicas para empresas em dificuldades. Assista

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 14h11 - Publicado em 3 mar 2018, 11h00

O economista e professor do Insper Fábio Astrauskas explica o que é recuperação judicial, qual a diferença para a decretação de falência e dá dicas para empresas que estão em dificuldades financeiras do que elas devem fazer para não chegarem ao ponto de precisar pedir a recuperação judicial.

Segundo ele, o número de pedidos na Justiça teve um grande aumento a partir de 2015. A razão disso é a forte recessão que o país enfrentou. Mas o cenário para 2018 é otimista: “[Neste ano], devemos começar a ver uma estabilização, um número menor de pedidos de recuperação judicial”, diz Fábio.

Em relação à economia brasileira, Fábio acredita que “é bem possível” que o país cresça entre 3 e 3,5% em 2018, como preveem os especialistas. Mas ele alerta: “Olhar para 2018 é fácil. A partir de 2019, teremos perguntas mais difíceis”.

  • Publicidade