Clique e assine a partir de 9,90/mês

Estúdio Veja: Visita de Bolsonaro a Israel foi precipitada

O colunista Augusto Nunes e a editora Denise Chrispim Marin analisam os acordos assinados pelo Brasil no Estado israelense

Por Da Redação - Atualizado em 3 abr 2019, 21h14 - Publicado em 3 abr 2019, 18h02

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) volta nesta quarta-feira ao Brasil, após quatro dias de visita oficial a Israel. Por lá, fechou acordos com bilaterais nas áreas de ciência e tecnologia, defesa, segurança pública, aviação civil, segurança cibernética e saúde.

Além disso, anunciou a criação de escritório de negócios em Jerusalém. O colunista de Veja, Augusto Nunes, e a editora Denise Chrispim Marin, analisam quais foram os impactos da visita para a imagem de Bolsonaro no exterior e se os acordos trazem benefícios para a economia brasileira.

“Fazendo o balanço do que Bolsonaro mostrou em Israel se vê claramente que foi uma visita precipitada e na data errada”, avalia Augusto Nunes.

Publicidade