Clique e assine a partir de 8,90/mês

Estúdio Veja: 2019 é um ano perdido para a economia do Brasil?

Especialista avalia cenário econômico brasileiro após recuo trimestral do PIB

Por Da Redação - Atualizado em 3 jun 2019, 18h42 - Publicado em 3 jun 2019, 18h40

Com o primeiro recuo trimestral do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil desde 2016, o cenário negativo da economia brasileira ficou claro para muitos especialistas. Há 14 semanas, analistas do mercado financeiro já vêm reduzindo a expectativa de crescimento. Se, no início do ano, o Boletim Focus do Banco Central previa 2,57% de avanço, cinco meses depois o cenário é outro: o PIB do Brasil deve crescer apenas 1,14% para especialistas, de acordo com a última atualização divulgada nesta segunda-feira.

 

Para a economista e professora do Insper, Juliana Inhasz, o problema é a falta de confiança na economia, que não permite grandes investimentos ou compras a longo prazo. “Foram seis meses decepcionantes”, afirmou a especialista. Segundo Inhasz, o novo presidente trouxe uma “grande expectativa” de que a economia brasileira melhorasse a partir de políticas econômicas. No entanto, a dificuldade do governo em aprovar reformas e evitar o crescimento da dívida pública tornam o desafio ainda maior. Para que a economia fique perto da estabilidade, a professora acredita que seja necessário ações por parte do governo, como, por exemplo, liberar as contas do FGTS e aprovar as reformas Tributárias e da Previdência. “Os próximos sete meses precisam ser de muita proatividade do governo, para propor pautas que resolvam a situação a curto prazo”, explicou.

Publicidade