Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Desfecho do caso Marielle determinará juízo sobre intervenção

Decreto apresentado há um mês pelo presidente Michel Temer parece ter incomodado — sejam eles traficantes ou milicianos

Por Da Redação Atualizado em 18 mar 2018, 18h48 - Publicado em 16 mar 2018, 22h06

Na noite da última quarta-feira, a vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) foi assassinada com quatro tiros, depois de deixar um evento na Lapa. O motorista que a acompanhava, Anderson Games, também foi atingido por três balas e morreu. O crime aconteceu na mesma semana em que a intervenção federal, decretada pelo presidente Michel Temer, completa um mês.

Segundo o cientista político e colunista de VEJA Sérgio Praça, a medida parece ter incomodado os criminosos — sejam eles traficantes ou milicianos. Para ele, apenas o desfecho do caso Marielle determinará o juízo sobre a intervenção. “Se não houver uma investigação rápida, limpa e uma reformulação das polícias militar e civil, então a intervenção vai realmente resultar em nada de bom ou vai causar mais mortes ainda”, diz ele.

E completa: “Pensar que haveria uma resposta definitiva para a segurança do Rio em um mês é ridículo. O fato é que o governo está com a maior crise e que não tem a ver com a própria existência, ao contrário do que ocorreu no ano passado. Agora sim, ele verá o que é crise”.

Continua após a publicidade

Publicidade