Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Jaime Durán Barba: o perigo da mentira em campanhas

Estrategista político foi um dos entrevistados do fórum Amarelas Ao Vivo sobre fake news e eleições

Por Da Redação 9 Maio 2018, 09h00

A primeira recomendação do estrategista político Jaime Durán Barba aos candidatos com quem trabalha é não mentir. Segundo o especialista, que levou Mauricio Macri à presidência da Argentina em 2015, as mentiras são facilmente descobertas na era da internet. “Eu creio que as mentiras não servem para grande coisa. Mentiras sempre existiram na política”, diz ele. “Isso tira a credibilidade do candidato, que é sua principal arma”, afirmou Durán durante a entrevista conduzida pela redatora-chefe de VEJA Thaís Oyama.

Sobre o trabalho da Cambridge Analytica, empresa responsável por propagandas eleitorais e acusada, recentemente, de usar dados de milhares de usuários do Facebook para interferir nas eleições dos Estados Unidos, Durán Barba reconheceu a importância das informações que podem chegar até os estrategistas de campanha. “Todo esse tipo de pesquisa permite analisar o comportamento do eleitor e decidir por uma mensagem que ele possa entender.”

Durán Barba evitou falar sobre o cenário brasileiro, que classificou como imprevisível, e também sobre com qual candidato brasileiro gostaria de trabalhar. “Tenho que saber quantos porcentos dos votos de Lula podem ser transferidos. Bolsonaro tem uma porcentagem decidida de votos, mas nós analisamos quem nunca votaria nele”, disse.

  • Publicidade