Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dicas Enem 2018: Como se calcula o número de pessoas em uma manifestação

O professor Thiago Dutra explica a matemática dos institutos de pesquisas para medir multidões

Por Da Redação 24 out 2018, 11h00

Em junho de 2013, um grupo de jovens se reuniu em São Paulo para protestar contra o aumento de 20 centavos na tarifa de ônibus. Era o início de uma série de manifestações, que ajudaram a dar voz a uma parte da população insatisfeita com o poder público. O movimento teve seu ápice no dia 13 de março de 2016, no maior protesto de rua da história do país. Mais de três milhões de pessoas, de diversas partes do país, vestiram verde e amarelo para repudiar o governo da então presidente Dilma Rousseff (PT). Só em São Paulo, na Avenida Paulista, 500.000 manifestantes compareceram, segundo o Instituto Datafolha. Mas como essas aglomerações são calculadas? VEJA convidou o professor de matemática Thiago Dutra para falar sobre o assunto. “O Enem já explorou esse assunto em anos anteriores”, destaca.

  • Publicidade