Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Congresso esvaziado: em época de eleição, políticos desaparecem de Brasília

Câmara permanece vazia mesmo nos dias de esforço concentrado para votação de projetos

Por Da Redação 24 ago 2018, 17h16

Faltam menos de dois meses paras as eleições gerais e o Congresso Nacional está totalmente esvaziado. Quem anda pelos corredores da Câmara e do Senado tem dificuldade de achar deputados e senadores trabalhando. O motivo: em ano de eleição os políticos voltam para seus Estados e se concentram nas campanhas para tentar reeleição em outubro.

Pelo menos 407 dos 513 deputados federais (79%), por exemplo, vão tentar a reeleição em 2018. Veja foi conferir a realidade do Congresso nos meses que antecendem o pleito e encontrou os corredores mais importantes de Brasília em silêncio. A análise a aprovação de projetos durante este período só ocorre com os chamados esforços concentrados. Em acordo com todos os deputados federais, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, marcou trêrs semanas de esforços – duas já ocorreram e a terceira está marcada para setembro.

Os projetos aprovados são apenas os que têm consenso entre deputados do governo e da oposição. Os mais polêmicos vão ficar para depois das eleições ou só para 2019.

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade