Clique e assine a partir de 8,90/mês

A quarentena para juízes e a briga entre Aras e a Lava Jato

Presidente do Supremo defendeu uma quarentena de oito anos para membros do Judiciário e do Ministério Público que queiram disputar cargos eletivos

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 15h53 - Publicado em 31 jul 2020, 15h45

Augusto Nunes, Dora Kramer e Ricardo Noblat debatem os argumentos do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, para defender a quarentena de oito anos para magistrados e integrantes do Ministério Público, a crise na Lava Jato e o futuro do PSDB após o cerco a Serra e Alckmin

 

Publicidade