Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Clima de eleições: 5 filmes que falam sobre política

Acompanhe o 'Em Cartaz' dessa semana

Por edgarmaciel, Flávia de Sá, Da Redação - 9 set 2018, 12h00

Para acompanhar o clima de eleições que está tomando conta do país, o ‘Em Cartaz’ dessa semana separou cinco filmes disponíveis na Netflix que falam sobre política. Getúlio, protagonizado por Tony Ramos, retrata os últimos 19 dias de vida de Getúlio Vargas. Em 1954, o ex-presidente se suicidou com um tiro no coração, após sofrer acusações de ser o mandante de um ataque ao jornalista Carlos Lacerda. Contracenando com Alexandre Borges, que interpreta Lacerda, Tony Ramos representa um ex-presidente em crise pessoal e profissional.

Uma das únicas pessoas que não ficou surpresa com a vitória de Donald Trump nas eleições para presidenciais dos Estados Unidos foi Roger Stone. O lobista, estrategista político e conselheiro pessoal de Trump tem sua vida e personalidade polêmica retratada em Get Me Roger StoneO filme pinta a imagem polêmica de Stone, ao mesmo tempo que revela ações controversas do especialista em branding, que é considerado por muitos como um trapaceiro.

Indicado ao Oscar por Melhor Documentário em 2013, The Square mostra de perto a revolta popular egípcia que tinha como objetivo derrubar o então presidente Hosni Mubarak. O documentário tem como protagonista o público jovem do Egito que em 2011, na praça Tahir em Cairo, começou a revolução que acabou se tornando uma batalha.

The Final Year foca na administração das políticas estrangeiras do ex-presidente dos Estados Unidos. O documentário é observativo, não conta com intervenção da equipe de produção do longa e usa entrevistas com membros da equipe de Obama para ilustrar o fim de seu mandato.

Publicidade

Lançado em 2015, Winter On Fire narra o início de um novo – e gigante – movimento de direitos civis na Ucrânia. O que começou como um movimento estudantil pacífico que apoiava a integração do país na União Europeia acabou como uma revolução violenta que se espalhou por toda a Ucrânia. O documentário que mostra protestos contra o regime corrupto e a brutalidade policial no país, foi indicado a um Oscar em 2016.

 

 

 

Publicidade