Clique e assine a partir de 9,90/mês

A vida depois do Bataclan

Na última parte do depoimento, Laurent Lafont-Battesti se agarra aos prazeres da vida parisiense para superar o trauma dos atentados. "Essa chance de sobrevida que me foi oferecida pode me levar a ousar, a fazer mais coisas", diz o sobrevivente do Bataclan. Por Simone Esmanhotto, de Paris

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 15h39 - Publicado em 26 nov 2015, 16h47
Publicidade