Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Boulos terceirizou o estupro do direito de propriedade

O candidato a presidente do PSOL agora só chefia invasões de luxo, como a ocorrida no triplex de Lula

Por Da Redação - 2 maio 2018, 15h56

Guilherme Boulos é o único sem-teto do mundo que nunca dormiu na rua nem passou uma única noite nos imóveis que expropria: o general deixa por lá os soldados rasos e vai desfrutar do conforto das casas que ganhou da família.

As chamas que derrubaram o prédio de 24 andares iluminaram outra malandragem do candidato a presidente da República pelo PSOL: agora ele só mobiliza a entidade para ataques a alvos cinco estrelas. O triplex de Lula no Guarujá, por exemplo.

Uma invasão irrelevante, como a ocorrida no prédio que desabou, ficam por conta de siglas do grupo B, caso do Movimento de Luta Social por Moradia, ou MLSM. O mais conhecido gigolô de moradores de rua terceirizou o estupro do direito de propriedade.

Publicidade