Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
VEJA Entrevista com Da Redação

‘Haddad governou como se estivesse em Barcelona’, diz Holiday

Acompanhe o VEJA Entrevista com Fernando Holiday, um dos líderes do movimento Movimento Brasil Livre

access_time 24 out 2016, 07h31

Fernando Holiday, eleito vereador em São Paulo pelo DEM, critica a gestão do petista Fernando Haddad, que teria governado “somente para regiões de classe média e alta”. O estudante de direito também diz ser contra o sistema de lista fechada e reclama, inclusive, do empenho do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), para aprová-la.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Bom ver o garoto falando calmamente e bom vê-lo sábio, com ponderações de verdadeiro cientista político.

    Curtir

  2. Cardoso Elias

    Legal para caramba …folego e ideias novas que continue assim. Taz um ar de esperanca a politica.

    Curtir

  3. Marcos Binelli

    Vou mais longe…Hadad achava ser o Mágico de Oz, só que a Estrada de Ouro dele é uma ciclofaixa, que os ciclistas defendem tanto, mas não percebem o perigo que correm.

    Curtir

  4. Sérgio Tricarico

    A direita está com a faca e o queijo na mão para varrer os comunistas por um bom tempo. Se as resoluções de Dória realmente acontecerem, beneficiando efetivamente pessoas de baixa renda, nem o poderoso marketing do PT vai evitar umas boas décadas de sumiço. Que assim seja.

    Curtir