Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Giro VEJA com Da Redação

Presidente do STJ nega mais 143 pedidos de habeas corpus a Lula

A ministra Laurita Vaz afirmou que o Poder Judiciário não pode ser usado como ‘balcão de reivindicações’

access_time 12 jul 2018, 11h46 - Publicado em 11 jul 2018, 18h18

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, rejeitou nesta quarta-feira mais 143 pedidos de liberdade ao ex-presidente Lula que foram feitos por pessoas que não integram a defesa oficial do líder petista. Na decisão, a presidente do STJ afirmou que “o Poder Judiciário não pode ser usado como balcão de reivindicações ou manifestações de natureza política ou ideológico-partidária”.

Todos esses pedidos de habeas corpus foram solicitados depois do episódio de domingo, no qual o desembargador plantonista Rogério Favreto aceitou dar liberdade a Lula. A soltura do ex-presidente, porém, foi impedida por decisão do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Thompson Flores, depois de mais de dez horas de impasse jurídico, envolvendo o juiz de primeira instância Sergio Moro, Favreto e o também desembargador João Pedro Gibran Neto, relator da Lava Jato no tribunal regional.

Veja também
Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Atitude correta, serena, firme e exemplar da Magistrada.
    Parabéns !!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir