Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Giro VEJA com Da Redação

Fachin nega quebra do sigilo de Temer

Pedido se refere ao ano de 2014 e foi feito no âmbito do inquérito que investiga o repasse de 10 milhões de reais pela Odebrecht para MDB

access_time 7 jun 2018, 18h45

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido da Polícia Federal (PF) para quebrar o sigilo telefônico do presidente Michel Temer. O pedido se refere ao ano de 2014 e foi feito no âmbito do inquérito que investiga o repasse de 10 milhões de reais da Odebrecht para o MDB.

Fachin, porém, autorizou a medida contra os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia.

A decisão segue entendimento da Procuradoria-Geral da República (PGR) que defendeu a medida apenas para os ministros e não para Temer.

 

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s