Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Estúdio VEJA com Da Redação

Trabalho escravo no Brasil prevalece na indústria e na construção

Acompanhe a entrevista sobre a escravidão contemporânea nas cidades

access_time 15 maio 2018, 10h27 - Publicado em 15 maio 2018, 09h00

No Brasil, cerca de 160.000 trabalhadores estão atuando em condições análogas à escravidão. Além dos casos que ocorrem no meio rural, principalmente no agronegócio, os centros urbanos concentram essa situação deplorável em oficinas de costura para marcas de vestuário e em obras da construção civil.

Além disso, o país começou a ter mais casos de trabalho escravo doméstico.

Em 2017, a Superintendência Regional do Trabalho em São Paulo e a Defensoria Pública da União investigaram denúncias feitas por migrantes filipinas que vieram ao Brasil com a promessa de uma boa oportunidade em bairros nobres da capital paulista, mas foram escravizadas pelos empregadores.

 

 

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Bandarra

    O que mais prevalece mesmo é o desemprego. 13 milhões.

    Curtir

  2. Gianinni Araujo

    O politicamente correto destrutivo está entranhado na mídia e na justiça. A palavra escravo foi desvirtuada e foi dado novo sentido a ela. Dá mais ibope falar escravos. Isto confunde o bom entendimento da sociedade e da vida. Não existe escravidão nestes casos. Ha não ser que o trabalhador esteja acorrentado. No máximo é trabalho informal, estelionato ou extorsão. Os esquerdas, a midia e a ala esquerda da justiça tiram essas pessoas dos empregos e os deixam a própria sorte. O final da história todo mundo sabe – os países socialistas foram e são um fracasso.

    Curtir