Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Em pauta com Da Redação

Observação de colisão de estrelas traz cinco novas descobertas

Colisão de estrelas de nêutrons possibilita cientistas chegarem a cinco conclusões inéditas. Veja quais são

access_time 10 dez 2018, 14h28 - Publicado em 21 out 2017, 12h00

Pela primeira vez, cientistas usaram não só a luz mas também o ‘barulho’ do cosmo para analisar o espaço. Com a técnica, conseguiram detectar a colisão de duas estrelas de nêutrons (astros muito, muito densos que restam da explosão de outras estrelas). Isso abre uma nova perspectiva para a astronomia – essa observação já trouxe cinco novas descobertas para a ciência.

A novidade foi trazida à tona pelo laboratório americano Ligo, em parceria com o italiano Virgo, graças ao uso de uma técnica que combina a detecção da luz com o barulho emitido pelas ondas gravitacionais. Essa forma de estudar o cosmo, por meio da luz e do som, foi chamada de “astronomia multimensageira”.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Claudio Stainer

    Observação estupenda. Agora vamos iniciar a colisão em laboratório.

    Curtir