Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Simulador de relacionamento: como namorar um programa de computador

A Origem dos Bytes mostra como funcionam os simuladores de realidade virtual que prometem ser o futuro das relações humanas

access_time 16 jan 2019, 10h00

Neste episódio de A Origem dos Bytes, o repórter André Lopes explica como funciona o simulador de relacionamento japonês VR Kanojo, que permite ao usuário ter uma experiência romântica com uma namorada virtual. O jogo faz parte de um gênero criado no Japão ainda nos anos 80, mas que ganhou adeptos pelo mundo todo depois de misturar gráficos realistas com roteiros personalizados.

Como funciona? O que é preciso para ter uma parceiro desses? É controverso? Confira as respostas no vídeo acima.

Caso tenha ideias de temas, debates e entrevistados para o ‘A Origem dos Bytes’, envie-as por meio dos perfis públicos do editor de tecnologia Filipe Vilicic nas redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram).

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s