Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
A Origem dos Bytes com Filipe Vilicic, Da Redação

Fake news virou o novo “não vou com tua cara”?

A Origem dos Bytes debate como o termo é utilizado por políticos e seus seguidores apenas como forma de tentar tirar o crédito de notícias já comprovadas

access_time 3 out 2018, 10h00

Fake news (do inglês “notícias falsas”) já eram chamadas como tal há séculos. O vocábulo até ganhou certa fama em meados do século 19. Porém, foi nesta era da internet que passou a ter muita popularidade, em especial após o advento das redes sociais. Contudo, figuras como Donald Trump, Bolsonaro e Lula, além de seguidores desses nomes, deturparam o sentido da expressão.

O termo passou a ser usado não mais para desmentir algo. Mas para tirar credibilidade de informações verdadeiras que não agradam a um ou a outro. Este vlog, por exemplo, foi alvo da prática nefasta, assim como muitos outros veículos de imprensa brasileiros e estrangeiros.

Neste episódio do programa semanal a Origem dos Bytes, o editor Filipe Vilicic, também titular de blog homônimo em VEJA, aborda essa questão.

Veja também

 

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s