Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Yahoo: ao menos 400.000 senhas de usuários são furtadas

Proprietários de contas do serviço devem alterar suas sequências

Por Da Redação 12 jul 2012, 15h06

A Yahoo confirmou nesta quinta-feira a invasão de seus sistemas, o que teria possibilitado o furto de mais de 400.000 senhas de usuários para diversos serviços da empresa – incluindo o e-mail. A companhia veio a público um dia após o grupo hacker conhecido como D33d ter assumido a autoria do ataque. Os hackers afirmaram ainda que todas as informações estavam no formato de texto simples, o que facilitaria a invasão das contas.

“Confirmamos que um arquivo antigo do nosso sistema, com cerca de 400.000 senhas, foi acessado pelos invasores. Desse total, menos de 5% das informações são válidas. Estamos corrigindo a vulnerabilidade que levou ao vazamento de dados”, apontou a empresa em um comunicado oficial. Mesmo que a afirmação seja verdadeira, significa que aproximadamente 20.000 contas foram comprometidas no ataque.

O grupo hacker afirma que furtou mais de 450.000 senhas. Em um post em seu blog, o D33d divulgou parcialmente as informações adquiridas e afirmou que a ação não passou de um aviso. “Esperamos que os responsáveis pelo gerenciamento da segurança desses serviços interpretem isso como um aviso para ficarem alertas, e não como uma ameaça”. O site saiu do ar devido à alta quantidade de acessos.

O Yahoo pede a seus usuários que troquem as senhas regularmente para diminuir o risco de invasões. Em relação à proteção de dados a partir de computadores pessoais, do lado do usuário, é recomendada a utilização de sistemas de segurança como antivírus e firewalls.

Continua após a publicidade
Publicidade