Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vinte anos depois, laboratório tenta recriar 1º site da história

Cientistas do Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear querem reverenciar primórdios da internet com restauração de software e hardware usados em 1993

Um time de cientistas do Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear (Cern) anunciou um projeto para recriar o primeiro site da internet – uma página do próprio laboratório, com hyperlinks, intitulada World Wide Web. O protocolo WWW, que culminou no projeto, é um sistema de distribuição e conexão de informação em hipertexto (texto em formato digital). O mesmo padrão de interconexão de dados é utilizado até hoje e deu origem à internet que conhecemos. A ideia é reconstruir a página pioneira, lançada há exatos 20 anos, usando o mesmo computador utilizado em 1993, modelo NeXT, da fabricante de mesmo nome fundada por Steve Jobs nos anos em que esteve afastado da Apple.

Leia também:

O futuro da web, segundo o criador do Mashable

O site criado no Cern foi o primeiro endereço de acesso livre da nascente rede mundial de computadores, desenvolvida por um dos pesquisadores do laboratório, o físico britânico Tim Berners-Lee. Segundo Dan Noyes, porta-voz da organização, a recriação do primeiro site permitirá que futuras gerações explorem, examinem e questionem o impacto da web.

Captura de tela do primeiro site desenvolvido pelos pesquisadores do Cern Captura de tela do primeiro site desenvolvido pelos pesquisadores do Cern

Captura de tela do primeiro site desenvolvido pelos pesquisadores do Cern (/)

“Eu quero que meus filhos possam entender o significado desta invenção. A web é tão onipresente que é possível, eventualmente, não perceber as mudanças promovidas por essa tecnologia”, disse Noyes à rede de televisão britânica BBC. “Estamos em um momento único. Podemos ligar novamente o primeiro servidor (computador) usado na época e ter acesso à experiência. Queremos documentar e preservar isso”, afirmou o porta-voz.