Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

TripAdvisor busca parcerias para crescer mais no Brasil

De olho nos 900.000 brasileiros que todo mês usam a ferramenta de recomendação de hotéis, restaurantes e passeios, o presidente da companhia americana fala sobre a estratégia para seguir crescendo 90% ao ano no país

O TripAdvisor é um dos sites mais tradicionais de recomendação de hotéis no mundo. O projeto nasceu em 2000 e desde então acumula mais de 75 milhões de avaliações sobre estabelecimentos para hospedagem, restaurantes e atrações turísticas. O site está presente em 30 países e, no Brasil, a versão “ponto com ponto br” já atrai a atenção de aproximadamente 900.000 visitantes por mês. De acordo com a comScore, a média de crescimento do serviço em território brasileiro é de 90% ao ano. Os números favoráveis fazem com que a empresa, cujo valor de mercado na Nasdaq é de 4,4 bilhões de dólares, olhe para o país com expectativa. Sobre esses planos o americano Stephen Kaufer, presidente da empresa, fala na entrevista a seguir, concedida com exclusividade ao site de VEJA:

Leia também:

Cinco aplicativos de smartphones e tablets que ajudam a curtir as férias

Aplicativos sociais chegam à Timeline do Facebook

Qual a importância do Brasil para o TripAdvisor? Nossa versão brasileira do TripAdvisor está crescendo muito rápido. O setor brasileiro de turismo, em geral, está em grande expansão, segundo números recentes de mercado. Acreditamos que podemos ajudar os brasileiros a planejar suas viagens domésticas ou internacionais, trazendo mais de 600.000 opções de hotéis. Em média, mais de 50 novas contribuições (inclusão de conteúdo ou avaliação) são publicadas no nosso site a cada minuto. Após 12 anos, continuamos sendo o maior destino on-line de turismo do mundo.

Há planos de abrir um escritório no Brasil? Neste momento, não. Estamos trabalhando para aumentar o número de parceiros no Brasil. Temos especialistas em Londres e na Índia focados nisso. A forma mais rápida de crescer por aqui é oferecendo um serviço completo e apoiado em parcerias locais.

Que tipo de parceiros o senhor procura no Brasil? Estamos buscando o que chamo de “parceiros-chave”, como outros sites de viagens que tenham recursos de avaliação. Também temos interesse em fechar acordos com sites de conteúdo de turismo que utilizem as avaliações do TripAdvisor em sua interface. Em outros países, temos parcerias com companhias aéreas, hotéis e com a própria mídia especializada.

Destinos populares no Brasil

Confira a lista das cidades mais acessadas pelos brasileiros no site do TripAdvisor

  1. 1º São Paulo
  2. 2º Rio de Janeiro
  3. 3º Salvador
  4. 4º Natal
  5. 5º Fortaleza
  6. 6º Curitiba
  7. 7º Maceió
  8. 8º Florianópolis
  9. 9º Gramado
  10. 10º Belo Horizonte

http://www.tripadvisor.com.br

Quantas pessoas trabalham na operação brasileira do site? Não temos um modelo exclusivo para o Brasil. Operamos com websites em 30 países diferentes. Claro que o inglês é a língua mais popular entre as nossas plataformas, especialmente na Europa Ocidental. Mas à medida que Brasil, Rússia e Índia, três mercados importantes para o TripAdvidor, ganham consistência e crescem mais rápido em comparação a outros mercados globais, nos aproximamos mais dessas regiões.

Vocês estão contratando pessoas para trabalhar nesses países estratégicos? Recentemente, contratamos novos profissionais para trabalhar no TripAdvisor e esses novos funcionários estão baseados em Londres. Esse pessoal também está focado no Brasil. No futuro, contudo, eles podem ficar baseados na nossa sede, em Massachusetts, nos Estados Unidos: ali, temos mais recursos para dedicar uma equipe exclusivamente ao mercado brasileiro.

O TripAdvisor está se tornando cada vez mais social graças à popularidade de seu aplicativo no Facebook. Qual a importância das redes? Acreditamos que a revolução no planejamento de viagens não está nas agências ou em profissionais capazes de indicar roteiros e atrações. O próximo passo não está nas avaliações de milhares de pessoas ao redor do mundo, mas nas opiniões dos amigos. Nem todas as recomendações de viagens virão dessas fontes, mas é interessante incluir nesse pacote tais opiniões. Quem tem uma rede de conhecidos na internet está no Facebook, que é muito popular no Brasil. O aplicativo do TripAdvisor mostra não os melhores hotéis para determinadas temporadas, mas os estabelecimentos nos quais os seus amigos já se hospedaram. O mesmo acontece para os restaurantes ou para as atrações turísticas. Essa experiência é interessante para o usuário, porque a partir da opinião de pessoas próximas é possível escolher os melhores lugares de uma cidade. No caso de dúvida, é possível até ligar para o autor da avaliação (risos).

No site, há uma seção chamada “Aluguel de Temporada”. Qual a sua expectativa acerca deste recurso durante a Copa do Mundo e Olimpíada no Brasil? A procura por hospedagem será muito grande durante o período da Copa do Mundo e da Olimpíada no Brasil. Esperamos oferecer muitas avaliações desses locais onde as pessoas poderão ficar na ocasião e boas alternativas de hotéis. As opções de locação também podem atender às famílias ou pessoas que pretendem passar períodos maiores no país e que busquem alternativas mais baratas.

Como o TripAdvisor lida com o “astroturfing”, prática de publicar avaliações positivas em troca de pagamento? Temos um time e também programas responsáveis por encontrar automaticamente pessoas que estão manipulando o nosso sistema de análise. Temos ainda um grupo de usuários que nos reportam esse tipo de abuso. Quando encontramos algo suspeito, ou quando alguém denuncia a prática, investigamos o caso e comparamos a avaliação aos demais comentários publicados acerca de um determinado estabelecimento. O mais importante, contudo, é que as pessoas atentem para o volume de avaliações sobre um serviço. Alguns hotéis têm milhares de avaliações e os usuários não podem levar em consideração apenas uma única opinião. A partir do momento que um estabelecimento tem muitas análises, é praticamente impossível manipular a avaliação geral.

Qual será o próximo passo do TripAdvisor no Brasil? O Brasil é um mercado em crescimento e fantástico para nós. Temos um grande sucesso nos mercados de língua inglesa e estamos muito orgulhosos com o ótimo desempenho da companhia no país, onde temos dobrado o nosso tráfego ano a ano. A pergunta que temos feito a nós mesmos é a seguinte: como continuar mantendo esse ritmo de crescimento e transformar o TripAdvisor no principal site de viagens do Brasil?